+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Tenente Laurentino Cruz – RN

0

O tenente Laurentino Cruz é um município brasileiro, localizado no estado do Rio Grande do Norte (RN). Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019, o Brasil estima que existam 5.952 habitantes em 68,55 km² de território.

Tenente Laurentino Cruz – RN

Em 2010, ano do último censo do IBGE, 78,69% dos moradores residiam em áreas rurais, enquanto os outros 21,31% dos residentes moravam em áreas urbanas, o que mostra que a cidade possui características rurais.

História do município Tenente Laurentino Cruz

A composição histórica do tenente Laurentino Cruz remonta a informações relacionadas às montanhas de Macaguá. Esta montanha era originalmente os índios das tribos Tupi-guarani e Tapuia que viviam em meados do século XVI. Mais tarde, a montanha recebeu o nome de Serra de Santana e abrigou várias comunidades agrícolas, que foram realizadas na rota que liga Sertão ao litoral. Composto por pessoas que negociam.

Entre as primeiras cidades formadas na região da Serra de Santana, a libertação de Florânia causou sensação em 1890. O território da cidade era relativamente amplo, então algumas áreas (montanhas) Longe da cidade e de seus arredores (sertanejas).

Portanto, na área do Alto da Serra, começaram a se destacar áreas residenciais de pequena escala, que em 7 de setembro de 1977 ajudaram a estabelecer e criar a vila do tenente Laurentino Cruz. O nome da vila vem de uma homenagem ao fundador desta vila (pai de Sinval Laurentino de Medeiros), um tenente das famosas forças armadas da região. O assentamento foi estabelecido pela Lei nº 209, que só foi possível após a compra de terras na comunidade montanhosa de Umbuzeiro.

Vale ressaltar que, diferentemente de outras aldeias da região de Seridó, a residência do tenente Laurentino Cruz foi inicialmente estabelecida por legislação e, em seguida, casas residenciais foram construídas e algumas obras de urbanização foram realizadas.

Crescimento elevado do povoado

Além disso, devido à excelente qualidade das áreas montanhosas e à possibilidade de cultivo agrícola diversificado, que atraiu inúmeras famílias das cidades vizinhas para começar a se mudar, destaca-se o alto crescimento da vila. Portanto, no início dos anos 90, essa vila com um crescente núcleo populacional começou a lutar por sua autonomia política e administrativa.Em 15 de março de 1993, passou por um referendo libertador. Vitória.

Portanto, impulsionado por esse crescimento, em 16 de julho de 1993, José Agripino Maia, então governador do Rio Grande do Sul, aprovou a Lei nº 6.450 (do Deputado Estadual). O representante Carlos Marinho (escrito por Carlos Marinho) aprovou os termos da emancipação política e dissolveu o município pelo tenente Laurentino Cruz de Florânia. Em 10 de janeiro de 1994, a então prefeita da Flórida, Candela Alves de Medeiros (esposa do pai de Sinval Laurentino de Medeiros) aprovou o Projeto de Lei nº 6, baseado em Tenente Laurentino Cruz A imagem de Airton Laurentino Júnior.

Em 1º de janeiro de 1997, o primeiro prefeito eleito, Airton Laurentino Júnior, foi empossado e formalmente estabelecido no município.

Gostou da matéria?

Compartilhe

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.