+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte

4

São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte é charmoso município com praias paradisíacas. Localizado a mais de 100 km de Natal, o pacato vilarejo de pescadores recebe turistas o ano todo.

O lugarejo tem cerca de 10 mil habitantes, lindas e tranquilas praias, ruas de terra, uma única igreja, um cruzeiro e um tamarineiro centenário no centro da vila.

Vem com a gente conhecer de perto esse paraíso tropical!

São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte

O município de São Miguel do Gostoso, diferente de outras pequenas cidades do litoral nordestino, recusa – se a perder toda essa calma e simplicidade que atraem centenas de turistas ao ano.

São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte
Praia em São Miguel do Gostoso. Foto por Canindé Soares.

Por aqui a cultura dos pescadores é preservada, a música alta não é permitida em bares e nas ruas e a culinária local é valorizada em pequenos restaurantes.

Um lugar pitoresco, ideal para quem procura mais simplicidade, privacidade e um contato muito mais intimo com a cultura potiguar, tudo isso sem abrir do conforto, vistas maravilhosas e excelente acolhida.

1. São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte – o município

Em São Miguel do Gostoso os habitantes se chamam micaelense de Touros.
O município se estende por 342 km² e contava com 8 659 habitantes no último censo.

São Miguel do Gostoso.

Vizinho dos municípios de Touros, Parazinho e São Bento do Norte, São Miguel do Gostoso se situa a 21 km a Norte – Oeste de Touros a maior cidade nos arredores.

A história de São Miguel do Gostoso começa no século XVIII, quando ocorreu a chegada de Manoel José de Carvalho, de Icó, no Ceará, à zona serrana do Rio Grande do Norte.

O Português Manoel José de Carvalho estava procura de novas terras para serem colonizadas, em uma época que o Brasil ainda era colônia de Portugal e acabou descobrindo as terras potiguares que hoje foram essa pitoresca vila.

O nascimento de uma vila ocorreu em 29 de setembro de 1750, o dia em que o Santo Arcanjo Miguel era celebrado (daí o nome da paróquia). Na ocasião seu fundador teria afirmado “Estamos na lagoa de São Miguel, aqui vou ficar e uma vila será construída ao nosso redor”.

Já o nome Gostoso veio em homenagem a um antigo morador, que todos dizem contava histórias e ria muito “gostoso”, fazendo a cidade ficar conhecida como São Miguel do Gostoso.

Considerado um centro de zona do Brasil, São Miguel é o maior produtor de milho do estado do Rio Grande do Norte e sua principal fonte de renda é o setor de prestação de serviços, tendo o comércio como importante atividade econômica.

Praias de São Miguel do Gostoso

As praias de São Miguel do Gostoso são o seu principal atrativo. De beleza paradisíaca a maioria delas é praticamente deserta.

Pescadores em São Miguel do Gostoso. Foto de Otávio Nogueira.

Na pacata vila não há barracas, quiosques nem restaurantes próximos ao mar, como na maioria das praias turísticas. Portanto, se você está em busca de atrativos praianos mais urbanizados essa pode não ser a melhor opção para você.

Por aqui fica a Ponta do Santo Cristo, uma praia considerada por muitos como a melhor praia do Brasil para esportes de vela, como kite e windsurf. Há ainda a Praia do Cardeiro, com águas tranquilas e mornas, além de uma lagoa que se forma com a água da chuva.

Há também a praia da Xêpa, que é quase deserta, com inúmeros coqueiros balançando em silêncio ao longo de toda a faixa de areia. Vez em quando, um jumento solitário aparece pastando por ali.

E na Praia do Maceió é a mais distante da cidade e por isso mesmo a mais deserta. Ideal para quem quer muito sossego.

2. São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte – atrativos e comodidades

O visitante que vem a São Miguel do Gostoso precisa estar ciente que por aqui não vai encontrar os atrativos de grandes cidades como a Capital, nem a badalação noturna de lugares como a Praia da Pipa.

São Miguel do Gostoso. Foto de Otávio Nogueira.

Aqui é um local para ser conhecido a pé, caminhando pela praia ou por suas pequenas ruas, algumas de paralelepípedo, algumas de terra e outras de piçarra. Aqueles que preferirem podem contar com os serviços de um ponto de mototáxi em frente à Igreja de São Miguel Arcanjo, na avenida principal.

Também é possível alugar bicicletas e fazer o passeio todo pedalando, para adentrar as ruas pitorescas da cidade, observando o colorido das casas, as pessoas sentadas em suas varandas e janelas, as árvores frutíferas e a paisagem ao redor.

Por aqui parece que o tempo parou, e o viajante está em outro mundo, mais lento, belo e com seu próprio ritmo de ser e existir.

Gastronomia e hospedagem em São Miguel do Gostoso

Hotéis e pousadas oferecem excelente infraestrutura, mas o melhor de Gostoso é andar descalço em suas praias e ruas termais, conversar com os moradores da praça e colher frutas.

Já a gastronomia é surpreendente e muitos visitantes consideram até que a oferta é grande para o tamanho da cidade.

Por incrível que pareça, por aqui o visitante encontra desde comida árabe a tailandesa, até os tradicionais pratos de frutos do mar de uma vila praiana. A cidade tem ótimos restaurantes e uma infraestrutura turística considerável, tudo isso sem perder o charme de cidade do interior do estado.

3. São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte – dicas

A melhor dica para quem vem a esse paraíso é esquecer do mundo e do tempo em suas praias, aproveitando o banho de mar e o descanso nas suas areias brancas e macias.

Praia em São Miguel do Gostoso. Foto por Bruno Barbato.

Aqueles que forem adeptos de esportes náuticos podem aproveitar as ondas para surfar e o vento que sempre sopra forte por aqui para outras práticas desportivas.

E não se esqueça de curtir o pôr do sol na Praia de Tourinhos, um dos mais belos do estado e do país. A Praia de Tourinhos fica a aproximadamente 7 km do centro de São Miguel, dá para ir de carro ou de a pé, para quem estiver a fim de caminhar.

O que fazer em São Miguel do Gostoso

Além de curtir as praias, e os restaurantes, aproveite para conhecer a pequena igreja da cidade.

Praia deserta em São Miguel do Gostoso. Foto por Bruno Barbato.

Conta-se que a igrejinha teve origem em uma pequena capela construída por um comerciante no início do século 19 que, diz – se, foi curado de uma doença por intercessão de seu santo de devoção, São Miguel Arcanjo.

Atualmente a antiga capela deu lugar a outra feita de alvenaria, mas ainda conserva sua sacralidade e aquele ar de relíquia histórica que somente locais autênticos possuem.

Você ainda pode aproveitar a proximidade com Galinhos uma vila de pescadores ainda menor e mais erma que São Miguel do Gostoso, mas repleta de paisagens paradisíacas.

São Miguel do Gostoso Rio Grande do Norte

Além de curtir tudo isso, o visitante certamente pode contar com uma acolhida maravilhosa dos habitantes da cidade, que sendo muito gentis e tranquilos, refletem a calma da cidade.

E se você quiser ver mais praias, confira o nosso Guia completo Praias Potiguares.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.