+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Ribeira (Natal RN)

0

A Ribeira é um bairro histórico da cidade de Natal, no estado do Rio Grande do Norte.

Ribeira – Natal RN

Localizado no lado leste da cidade, o bairro compreende duas áreas (utilizadas pelo setor imobiliário): a Ribeira Histórica (parte baixa do bairro) e Alto da Ribeira (parte alta do bairro). Após uma série de ações promovidas para revitalizar o bairro, está recebendo diversos investimentos, principalmente a instalação de vários arranha-céus da região, como o edifício Mirante João Olímpio Filho, o maior da cidade. Esse fenômeno é atribuído à Lei de Operações Urbanas da Ribeira, 1997, que foi revisada em 2007. Esta lei concede uma série de benefícios fiscais e construtivos para reabilitar o bairro, restaurar edifícios históricos e atrair novos investimentos.

Ribeira faz fronteira com o rio Potenji (a oeste), os bairros de Santos Reis e Rocas (a norte), Tirol e Petrópolis e Rocas (a leste) e Cidade Alta (a sul).

Ribeira é o segundo distrito de Natal. No começo, era conhecida como Cidade Baixa, em oposição ao bairro mais antigo, Cidade Alta.

A partir de meados do século XIX, o comércio na região se consolidou, com artigos chegando e saindo ao longo do rio Potenji, em uma relação de negociação dominada por Pernambuco. Posteriormente, essa vocação da região como centro de comércio de mercadorias por navios se consolidaria com a problemática construção do Porto de Natal.

Entre 1869 e 1902, a sede da Administração Provincial operou na Rua do Comércio (atual Rua Chile), em Ribeira, e depois retornou à Cidade Alta. Em 1897, quando Natal tinha apenas os bairros da Ribeira e Cidade Alta, Olympio Tavares, então vice-presidente da Intendência Municipal, realizou o primeiro censo demográfico da cidade, que apontou a existência de 2.800 moradores, a maioria solteiros e analfabetos . Outros censos foram realizados posteriormente, sem nunca registrar uma população maior que essa.

Em 1905, foi inaugurada a Praça Augusto Severo, em homenagem ao pioneiro da aviação do Rio Grande do Norte morto no acidente de aeronave Pax. Alguns anos depois, ela receberia estátuas de Nísia Floresta e do próprio Augusto Severo. Por duas vezes, em 1930 e em 1933, um dirigível de fabricação alemã, o Graf Zeppelin, sobrevoou Natal e prestou homenagem ao aeronauta do Rio Grande do Sul sobre a praça que levava seu nome.

A praça recebeu melhorias e se tornou um importante ponto de encontro. Edifícios tradicionais foram construídos em torno dele, como o Teatro Carlos Gomes (atual Teatro Alberto Maranhão), o Cine Polytheama (primeiro cinema de Natal), a Antiga Escola Doméstica de Natal, o Grupo Escolar Augusto Severo (que também foi a sede da Atheneu e Faculdade de Direito), Colégio Salesiano São José, Rodoviária de Natal (agora transformada em museu) e Estação Great Western.

No início do século XX, foi o primeiro bairro em Natal a receber iluminação pública. Na década de 1940, o hotel mais importante da cidade, o Grande Hotel, operava no bairro, que hospedava personalidades importantes durante a Segunda Guerra Mundial. O bairro era o núcleo do comércio da cidade, até perder espaço, após a guerra, para a Cidade Alta e Alecrim. Em 1966, as balsas que faziam a travessia Natal-Redinha começaram a circular. Em 1983, foi concluída a drenagem e esgoto sanitário do bairro e, em 1990, ingressou na Zona Especial de Preservação Histórica, junto ao bairro Cidade Alta. Na década de 1990, um projeto de revitalização incluiu a restauração das fachadas das propriedades na Rua Chile e a expansão da iluminação e pavimentação.

Mais publicações sobre Bairros de Natal ?

Comenta com a gente qual bairro você gostaria de conhecer mais.

Compartilhe essa matéria com seus familiares e amigos!

Obrigado por ter lido até aqui!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.