+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Os Cão da Redinha

0

Todos os anos no carnaval a redinha reúne “os cão” para o famigerado BLOCO DOS CÃO!

Os Cão da Redinha

Todos os grupos humanos têm memórias que expressam um ativo cultural. Toda terça-feira do carnaval, o bloco “Os Cãoda Redinha” chegará à rua Redinha, em Natal, e o barro vermelho do carnaval é a lama removida do manguezal, o que é uma boa O exemplo deve ser considerado como a herança intangível do nosso país.

Segundo Lima Júnior e Maia (2006), o Patrimônio Imaterial é tudo o que se refere à memória e tradição de um povo mantido vivo através de seus modos de conhecer e trabalhar, manifestações populares e formas de expressão.

Todos os anos, mais de 10.000 pessoas se reúnem na floresta de mangue perto da ponte Newton Navarro, “vestem-se” na lama, saem para brincar nas ruas de Redinha e Redinha Nova, desfrutam da dança mecânica do carnaval, da orquestra de frevo e assim por diante. Naquela época, a Orquestra de Percussão Pau e Lata também entrou para o cenário musical.

Não tenho certeza qual é a data de início, mas os jogadores que usam o bloco há muitos anos afirmam que ele apareceu na década de 1960. Existem duas versões do jogo: a primeira são três pessoas, e os moradores Luizinho e Lula, perto de Canindé (Zé Lambreta) Redinha, se reúnem e ficam enlameados , Esmagando jarros e jarros do outro lado da rua.

Eles também dizem que pegaram a criança, enlamearam-no e colocaram-no em uma rede de pesca para sair e brincar com eles nas ruas do distrito. O jogo terminou por volta do meio dia, quando todos voltaram ao mangue para comemorar com uma grande feijoada.

A segunda versão, mais provavelmente, dita por seus próprios jogadores do bloco, é que os fundadores são José Gabriel de Góis (Zé Lambreta) e Francisco Ribamar de Brito (Dodô) do que em 1965, eles tiveram a idéia enquanto bebiam com os amigos “Vestir-se” na lama e sair das principais ruas da Praia da Redinha. O quarteirão foi batizado pelos moradores do distrito, que, quando viram Zé Lambret, Dodô e seus amigos manchados de lama no meio da rua, gritaram “olha só os cão”

Gostaram da matéria sobre o Os Cão da Redinha?

Compartilhem!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.