+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

História do Rio Grande do Norte

2

Você conhece a história do Rio Grande do Norte?  O estado Potiguar tem um papel fundamental na cultura brasileira e uma das histórias mais ricas de todos os estados nacionais.

A cidade de Natal Rio Grande do Norte  é uma das mais antigas do Brasil.  São séculos de história em um  dos lugares primeiramente habitados e colonizados no  país.

Hoje vamos apresentar para você um pouco da história do Rio Grande do Norte,  para que você possa conhecer mais de perto a rica cultura Potiguar. 

Prontos para embarcar com a gente em uma Viagem Pelo Tempo?  Acompanhe.

A história do Rio Grande do Norte 

O território que hoje é conhecido como o Estado do Rio Grande do Norte foi alvo de muitas disputas com os franceses, que invadiram a região em 1535. Somente ao fim do século XVI, os colonizadores portugueses passaram a ocupar a região, por conta da expulsão dos invasores da França.

Depois da vitória, em 1598, foi construída uma fortaleza, denominada Forte dos Reis Magos. O objetivo da construção era fixar um ponto de defesa para as coisas conquistadas pela Coroa portuguesa. Esse ponto deu origem a cidade de Natal, isso foi talvez uma semente para toda a história do Rio Grande do norte.

Com  muitas das mais belas praias brasileiras em seu território  e um interior tão belo quanto sua faixa litorânea,  o Estado do Rio Grande do Norte também tem muito a oferecer em termos de cultura e história.

Foi aqui nas terras potiguares que os colonizadores portugueses primeiramente desembarcaram,  foi aqui também que muitas coisas importantes e que fazem parte da cultura brasileira até hoje,  nasceram.

Falar sobre a história do Rio Grande do Norte é falar sobre a história do próprio Brasil. 

Curioso para saber mais?  Então fique conosco até o final! 

1. A história do Rio Grande do Norte:  como tudo começou

Muito antes dos colonizadores portugueses chegarem ao solo brasileiro o território Potiguar já era habitado por Nações Indígenas e ali se estabeleceram desde os primitivos tempos em que a humanidade vivia como Caçadores e coletores em sua forma  de organização tribal. 

A história do Rio Grande do Norte com os portugueses se inicia a partir do povoamento do território brasileiro, quando houve uma onda de migrações de povos que viam para o Brasil buscando liberdade e riquezas que na maioria das vezes eram tomadas a força dos povos nativos das terras Brasileiras.

Muitos dos estudos concernentes ao período pré-histórico de ocupação do Rio Grande do Norte e do Estado de Pernambuco  foram realizados pelo Museu Câmara Cascudo.

As conclusões evidenciam a importância crucial que o território Potiguar E também o território do atual Estado do Pernambuco tiveram na expansão do povoamento por todo o território do Nordeste.

Ainda hoje é possível visitar muitos sítios arqueológicos no interior nordestino,  alguns deles inclusive no interior Potiguar, por exemplo, nos municípios que integram as Serras do RN.

Esses povos primitivos deram origem as tribos indígenas que ocupavam o território Potiguar na época do descobrimento do Brasil.  

Estes povos deixaram muitos registros de sua passagem entre pinturas rupestres.  Alguns  sítios apresentam inscrições rupestres como incisas, símbolos que aparentemente serviam para a comunicação mas cujo significado e verdadeiro uso ainda não é totalmente conhecido dos homens modernos.

Na época da chegada dos colonizadores portugueses no Estado do Rio Grande do Norte era hábito por índios tupis, naturais e originários do Paraná e Paraguai. Esses povos falam a língua abanheenga, língua aglutinada e com reflexões verbais.

Em resumo:

Quando se inicia a história do Rio Grande do Norte?

A história do Estado Potiguar se inicia com uma onda de imigração de caçadores coletores  caçadores-coletores que primeiramente foram para a região dos Andes  e posteriormente vieram para a região do Planalto Central do Brasil.

Quais os povos habitavam o território Potiguar na época do descobrimento do Brasil?

Nesta época o território do Estado do Rio Grande do Norte era habitado por Nações Indígenas, os índios tupis, que também podiam ser encontrados em outros locais do país, como na região sul. 

2. História do Rio Grande do Norte: período colonial aos dias atuais

Os historiadores afirmam  que a primeira expedição organizada no território do Rio Grande do Norte teria acontecido em 10 de maio de 1501.  

Como resultado desta expedição os  portugueses chegaram  ao Rio Grande na altura do Cabo de São Roque. Lá, segundo o historiador Luís da Câmara Cascudo, ocorreu a implantação do primeiro marco de posse do Brasil. 

Visando garantir a posse das novas terras e evitar a invasão dos corsários Franceses,  O que é um problema grave,  o  Território Potiguar foi imediatamente povoado.  Neste contexto a primeira cidade a ser fundada foi a capital Potiguar Natal RN em 1599,  ocasião em que  foi construída a Fortaleza dos Reis Magos com o intuito de resguardar a costa brasileira de invasões estrangeiras.

As terras do Rio Grande do Norte sempre ficaram localizadas em local estratégico e atraíram a atenção de diferentes monarcas como Felipe II da Espanha.

Mas também sempre despertaram o interesse de franceses e holandeses entre outros povos,  razão pela qual os portugueses tomaram medidas para garantir a posse de suas terras mas ainda assim tiveram de enfrentar uma Invasão Holandesa no território.

O interesse Holandês em conquistar a capitania do Rio Grande do Norte  era o de fornecer suprimento definitivo de carne bovina aos batavos. 

E  durante o período imperial brasileiro o Rio Grande do Norte sempre teve uma posição de destaque tanto na economia quanto nas lutas sociais que ter passar no país. Suas terras férteis sempre produziram muito gado,  cana de açúcar e outros insumos agrícolas e pecuários.

Durante o período de escravidão no Brasil jovens da cidade de  Mossoró Rio Grande do Norte  constituíram o principal reduto de  abolicionista potiguares.  Posteriormente,  a cidade de Mossoró foi a segunda cidade brasileira a  abolir por completo a escravidão no Brasil.

Já durante o período republicano o Rio Grande do Norte, assim como os outros estados do Brasil, foi dominado pelo sistema oligárquico.  

Por aqui, portanto, também existiram os famosos coronéis que durante sua época de poder tanto fizeram benfeitorias que o povo local quanto provocaram o terror em um medo em muitas pessoas pela sua crueldade,  a forma pela qual mantinham o poder.

Neste período, o Estado do Rio Grande do Norte tinha um setor industrial insignificante assim como praticamente todos os estados brasileiros,  mesmo assim,  a indústria têxtil e alimentícia eram as mais predominantes  e o estado ainda era mais industrializado que outros como o Piauí e Maranhão.

Foi somente em meados do século XX,  de forma mais predominante a partir da década de  1970,  que atividade turística começou a se desenvolver como uma das principais fontes  econômicas do Estado.

Suas praias como a bela Praia Ponta Negra foram descobertas pelos visitantes estrangeiros principalmente pela prática do banho do mar que começou a ser cada vez mais difundida  no Brasil,  trazida pelos norte-americanos e pelos filmes de Hollywood.

Outro fato importante na história Potiguar  o que aconteceu em meados do século XX foi a construção do Centro de lançamento Barreira do Inferno, a primeira base aérea de lançamento de foguete de toda América Latina e até os dias atuais um dos principais pontos turísticos do Estado.

Qual a importância do Rio Grande do Norte para a história brasileira?

O Estado do Rio Grande do Norte sempre teve uma importância crucial tanto em termos de estratégia e logística quanto em termos de história e cultura,  pois foi  um dos primeiros estados brasileiros a ser povoado e explorado pelos colonizadores portugueses.

Quando a atividade turística se iniciou no Rio Grande do Norte?

No início do século XX  e de forma menos proeminente nos séculos XVIII e XIX, algumas famílias nobres e burguesas á passavam Veraneio nas praias potiguares. Mas, o turismo de massa só começou a se desenvolver a partir da segunda metade do século XX quando a beleza das praias e paisagens potiguares começou a ser descoberta pelos turistas estrangeiros.

Qual a cultura herdada pelas ocupações estrangeiras?

Essa grande mistura de povos dentro do Brasil fez surgir uma cultura única no mundo, uma cultura que pega um pouco de cada povo antepassado e transforma em algo totalmente novo como por exemplo:

  • Música
  • Dança
  • Culinária
  • Artesanato

A principal herança do artesanato português na cultura potiguar é a renda de bilro. Trançadas em pequenas almofadas, as rendas originam peças únicas e que remetem diretamente à região. Português e indígena se misturam nos sabores típicos do Rio Grande do Norte. O prato mais conhecido da região é a carne de sol com macaxeira.

Por ser uma área litorânea o rio grande do norte oferece uma grande variedade de praias para o uso do turista, mas todo o estado vai muito além das praias, você pode encontrar manifestações culturais, festividades, feiras, museus, trilhas, dentre outras atividades.

Você pode combinar um pacote com seu agente de viagens para curtir o máximo de atividades que o Rio Grande do Norte tem a oferecer, lembrando sempre de estar acompanhado de um guia de turismo credenciado para ter melhor aproveitamento de sua viagem com todo o conforto e segurança que você precisa.

Qual era a função do forte dos Reis Magos?

Como estratégia de defesa, contra o ataque dos índios e dos corsários franceses, doze dias depois os portugueses começam a construir um forte que foi chamado de Fortaleza dos Reis Magos, por ter sido iniciada no dia dos Santos Reis.

Concluído o forte, logo se formou um povoado que, segundo alguns historiadores, foi chamado de Cidade dos Reis. Depois, Cidade do Natal. O nome da cidade é explicado em duas versões: refere-se ao dia que a esquadra entrou na barra do Potengi ou a data da demarcação do sítio, realizada por Jerônimo de Albuquerque no dia 25 de dezembro de 1599.

Como é a cultura potiguar?

No Portal da Cultura Potiguar você encontra um conjunto de ricas apresentações culturais que variam de heranças portuguesas a religiosidade africanas tudo isso adaptado à realidade brasileira acabou criando a identidade da cidade.

A formação dos povos potiguar passa pela confluência de diversos elementos étnicos, como galegos, mouros, judeus (cristão-novos) portugueses, tupis, africanos que se espalharam pelos vales dos grandes rios, como Ceará Mirim, Potengi, Açu, Mossoró ou pelas regiões serranas do Sertão.

você não pode deixar de visitar todos os locais indicados temos certeza de que você irá gostar e recomendar.

História do Rio Grande do Norte

A história do Rio Grande do Norte é muito rica em fatos  e  acontecimentos notáveis para história do país.  

Esperamos que você tenha curtido o post  e aprendido um pouquinho mais sobre a história do Estado Potiguar.

Se você gosta de aprender então veio ao lugar certo, acompanhe nossos artigos para ler sobre economia, cultura, historia e turismo, aproveite a visita para conhecer ainda mais sobre o Rio Grande do Norte lendo nosso artigo sobre: Parelhas RN.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.