+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Gírias nordestinas

0
Gírias nordestinas

As gírias nordestinas é totalmente diferente do resto do país, onde apresenta palavras únicas de todos os nordestinos, sendo as palavras engraçadas. Onde o nordeste é realmente conhecido por essas culturas de linguagem regionais.

A

ABESTALHADO – bobo, besta, pateta.
ABESTALHADO – bobo, besta, pateta.

B

BICHINHO – Forma carinhosa de chamar alguém. ex: Ei bichinho, venha aqui!
BADOQUE – Estilingue, atiradeira.

C

CABRA – 1. Sujeito, pessoa, elemento. 2. Fêmea do bode. 3. Mestiço de mulato e negro
CABULOSO – que aperreia, nervoso, chato, peitica. Ex: Victor é cabuloso demais!

D

DAR O LAVRA/DAR LAVRANDO – Sair de repente, sem deixar pistas. Sair repentinamente ou simplesmente ir embora.

E

E APOI – o mesmo que: e então!
ESTAR COM A MACACA – mais uma variação de “estar com a bobônica, com a bexiga lixa”.

Gírias nordestinas
Gírias nordestinas

F

FARRAPAR – “Dar balão”. Marcar um compromisso e não aparecer.
FULEIRO – De má qualidade (objetos), sem-vergonha (pessoas)

G

GABIRU – rato grande; estado de “rato” muito grande(vide “estar no rato”).
GALEGO – pessoa loura ou alourada.

I

INFELIZ DAS COSTA OCA – É um tipo de xingamento. Ex: Aquilo é um infeliz das costa oca, um mau caráter, um mal elemento!
INHACA – catinga, mau cheiro.

J

JERIMUM – Moranga (abóbora).
JANTE – roda do carro.

L

LESO – abestalhado, demente, idiota, doido da cabeça.
LAVRA – Ver dê o lavra.

M

MACAXEIRA – variedade comestível da mandioca.
MALOQUEIRO – menino de rua, pivete

N

NOS CAFUNDÓS DO JUDAS – muito longe (variantes: “nos quintos dos infernos”, “onde o vento faz a curva”, “onde judas perdeu as botas”)
NÓ CEGO – problema de difícil solução, sujeito enrolado, complicado.

O

OIÃO – Olho grande, inveja.
OITÃO – parte do quintal que dá para os lados da casa

P

PAINHO – o mesmo que papai; corruptela de papaizinho.
PAIA – mulher feia; festa desanimada; objeto ruim, de má qualidade; o mesmo que fuleiro.
QUEBRAR CATULÉ – “Quebrou catulé”. Diz-se quando a arma de fogo falha (não dispara); quebrar coco.

Q

QUE NEM – igual a, tal qual (ex: Se avexe, menino, você hoje está que nem aruá)
QUEBRAR CATULÉ – “Quebrou catulé”. Diz-se quando a arma de fogo falha (não dispara); quebrar coco.

R

RABO PRESO – Diz-se quando alguém tem comprometimento com pessoas envolvidas em coisas ilegais ou reprováveis: Fulano não abre o bico porque tem rabo preso.
ROCHEDO – “O cara é Rochedo”, o cara é gente boa, de confiança

Gírias nordestinas

S

SACOLÉ – picole em saquinho – gelinho
SAIMENTO – Atrevimento, enxerimento, saliência, exibicionismo.

T

TABACUDO – bobo, “abestalhado”, abobado, “abilolado”.
TIRAR ONDA – Tirar sarro.

U

UM PÉ LÁ?, OUTRO CÁ? – ir e voltar rapidamente. Diz-se também “Vou num pé e volto no outro”.
UNHA DE FOME – Diz-se de quem não gosta de gastar de dinheiro.

V

VISSE? – Por “Viste?”. Expressão largamente difundida no Recife: Hoje eu não vou, não, visse? ; ou: Tu visse o que aconteceu?! . Essa variação da segunda pessoa (pretérito perfeito) para o imperfeito do subjuntivo se dá em muitos outros verbos: Tu olhasse? ; ou, simplesmente: Olhasse? ; Fosse? ; Chamasse; etc. Existem também as variantes pronominais com emprego do pronome na segunda pessoa e verbo na terceira: Tu quer um pedaço de bolo?. Ou este outro tipo de construção: Adoro tu ; “Tou com saudade de tu…? (Dominguinhos e Nando Cordel, Gostoso Demais ).
VIXE MARIA! – expressão de espanto, de susto. Ex.: Vixe maria! Que cangaceiro perigoso da peste!

X

XEXO – (ê). Por seixo . 1. Calhau, fragmento de rocha. 2. Calote em prostituta. Consta que, ao tempo da mineração, o minerador sem dinheiro para pagar; prostituta fingia dar-lhe uma pepita e, em lugar disto, dava um seixo; daí a expressão: Passou um xexo ou Deu um xexo .
XIMBRA – Bola de gude.

Z

ZAROLHO – vesgo, que tem os olhos trocados
ZAMBETA – de pernas tortas

Aprendeu abestado?

Essas são as gírias nordestinas de cada letra, ela são uma das mais conhecidas, entretanto, existem muitas outras, que possuem significados diversos, que marcam o nordeste.

Quero conhecer mais das gírias nordestinas!

Se você gostou de conhecer um pouco mais sobre as gírias nordestinas e quer continuar conhecendo um pouco desta cultura, não perca a chance de ler também nosso artigo sobre: O rio apodi-mossoró.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.