+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Estádio Arena das Dunas

0

O Arena das Dunas, é um estádio polivalente localizado na cidade de Natal, no estado brasileiro do Rio Grande do Norte.

Estádio Arena das Dunas

Além de jogos de futebol, o complexo tem capacidade para receber grandes eventos, exposições e lojas comerciais. A estrutura foi inaugurada em 22 de janeiro de 2014, após 29 meses de construção, no local do estádio João Machado. É administrado pela OAS Arenas.

Localizado no bairro de Lagoa Nova, entre a BR-101 e a Av. Prudente de Morais, duas importantes artérias viárias da cidade, a arena foi viabilizada através de uma parceria público-privada entre a OAS Engenharia e o governo do estado, com o objetivo principal de apoiar a candidatura da capital do Rio Grande do Sul para 2014 Copa do Mundo da FIFA, de onde recebeu quatro partidas do evento mundial.

Posteriormente projetado para ter uso variado, tornando-o financeiramente viável, o complexo tem capacidade para 31.375 espectadores. Durante a Copa do Mundo, a arena tinha arquibancadas flexíveis, o que lhe permitiu expandir para 42.000 lugares. A arquitetura do estádio, inspirada nas dunas do Rio Grande do Norte, foi projetada pela empresa americana Populous.

Em 2007, quando o Brasil foi definido como sede da Copa do Mundo da FIFA 2014, Natal se lançou como candidato a um dos locais do evento. Inicialmente, foi apresentado um projeto denominado “Estádio Estrela dos Reis Magos”, localizado no município de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal, com arquitetura inspirada no Forte dos Reis Magos e capacidade inicial para 45.000 pessoas, preservando assim o Estádio João Machado (Machadão) na capital. No entanto, meses depois, o Governo do Estado lança um novo projeto para tornar viável a candidatura da cidade à Copa do Mundo. Projetado pela empresa americana Populous, o complexo trouxe um novo projeto com um novo design, com capacidade para 32.000 espectadores, inspirados nas dunas do Rio Grande do Norte, incluindo a construção de um novo centro administrativo, prédios comerciais e uma lagoa. Para tanto, além do Machadão, seriam demolidos o Ginásio Humberto Nesi (Machadinho), o Kartódromo de Natal, o centro administrativo e o Presépio.

Apesar do novo projeto, o governo do estado achou difícil viabilizar a arena, com dois concursos abandonados. O governo criou então o “Fundo de Garantia da PPP Arena como Dunas”, para ser o garante da concessionária no empréstimo que seria concedido ao BNDES. Nesse fundo, ele compreende R $ 70 milhões da arrecadação esperada de royalties, pagos ao Estado pela Petrobras, e várias propriedades públicas pertencentes ao governo, incluindo a área do Parque de Exposições Aristofanes Fernandes.

Somente na terceira tentativa de licitação, concluída em 11 de março de 2011, uma empresa interessada no projeto venceu o concurso: Grupo OEA. A Arena das Dunas foi o último dos doze estádios da Copa do Mundo a ter sua construção iniciada em 15 de agosto de 2011, pelo Arena Natal Consortium. Após a confirmação como sede da Copa, o governo do estado descartou a construção do complexo de prédios ao redor da Arena, com apenas Machadão, Machadinho e a pista de kart sendo demolidas.

Com a inauguração prevista para 31 de dezembro de 2013, o estádio foi inaugurado 22 dias depois, em 22 de janeiro do ano seguinte, em uma cerimônia com a presença da Presidente Dilma Rousseff e do Secretário Geral da FIFA, Jérôme Valcke. A primeira partida de futebol foi realizada em 26 de janeiro do mesmo ano, em uma rodada dupla entre América-RN (2) e Confiança (0), para a Copa do Nordeste; e ABC (2) e Alecrim (0), para o Campeonato Potiguar. Com 31.375 assentos, a arena recebeu 11.744 assentos adicionais durante a Copa do Mundo da FIFA 2014, totalizando mais de 42.000 assentos durante o evento. O estádio possui uma área externa de 22.000 m², com capacidade para até 30.000 pessoas.

Gostou da nossa matéria sobre o Estádio Arena das Dunas?

Compartilhe!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.