+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Curiosidades sobre os índios

0

Curiosidades sobre os índios não faltam em um estado cheio de historia cultural, o Rio Grande do Norte é ainda hoje um estado rico em diversidade acima de tudo.

Como em todo Brasil os índios foram muito importante para o início da colonização, mesmo não tendo sendo tratados com o devido respeito eles mostraram um novo estilo de vida para os português, eles entregaram suas riquezas, apresentaram sua culinária, cultura, formas de caçar e de andar pelas matas fechadas.

As grandes disputas por terra, bens materiais e às vezes pela própria liberdade resultou em um grande massacre nas tribos indígenas de todo o Rio Grande do Norte e do todo o Brasil, hoje é raro você encontrar esses povos vivendo nos seus espaços de maneira livre e natural sem a intervenção do homem branco.

Curiosidades sobre os índios
Curiosidades sobre os índios

Alguns costumes curiosos foram passados de geração e geração essas curiosidades sobre os índios acabaram se tornando tradição, seja ela na dança, música, comida ou até mesmo em vestimentas.

Quais são as tribos de indígenas no Rio Grande do Norte?

É importante lembrar que por conta da miscigenação muitas dessas tribos estão quase extintas, suas culturas matriz foram ganhando espaço para novas adaptações e os índio tomando um pouco de apreço pelo mundo do homem branco.

Curiosidades sobre os índios
Curiosidades sobre os índios
  • Sagi-Trabanda
  • Potiguara
  • Catu
  • Amarelão
  • Caboclos de Açú
  • Tapuias Trarairiús

Aldeias deram lugar a povoados, Povoados deram lugar a cidades e assim foi acontecendo a modificação cultural no meio desses povos que nunca deixaram de lutar para preservar alguns de seus costumes mais antigos, ainda hoje é possível encontrar danças e festas que remetem ao tempo da colonização.

Quais são os costumes que os índios potiguaras ainda preservam?

Fazendo jus ao nome “Potiguar”, que do tupi significa “Comedor de camarão”, eles conservam a tradição de pescar e criar camarões em viveiros. Mas eles também desenvolvem culturas de milho, feijão, mandioca, macaxeira e inhame, a pesca artesanal, no mar e nos manguezais, o extrativismo vegetal e a criação de galinhas, patos, cabras, bovinos e cavalos.

A pintura deles é uma de suas expressões culturais mais representativas. Ela é usada durante o ritual do Toré, a mais pura tradução dos antepassados indígenas.

Curiosidades sobre os índios
Curiosidades sobre os índios

A cor preta do jenipapo evoca a Mãe Terra, fonte de energia. Sua extração é bem mais complexa, sendo necessários três dias em que é preciso mexer o caldo com as raspas do fruto, a cada duas horas, até chegar à tonalidade e textura certas.

Como é a realidade dos índios que restaram?

Uma das maiores curiosidades sobre os índios é que os mais antigos que ainda tentam manter as tradições de seus povos vivas lamentam o rumo que as coisas tomaram “Em três séculos toda essa gente desapareceu.

Nenhum centro resistiu na paz às tentações da aguardente, às moléstias contagiosas, as brutalidades rapinantes do conquistador. Reduzidos foram sumindo misteriosamente, como que sentindo que a hora passara e eles eram estrangeiros na própria terra”.

é realmente triste a maneira que as coisas se encontram hoje em dia, muitos não reconhecem a luta que é para um povo que sempre tiveram cultura e depois foram obrigados a largar isso de uma hora para outra.

Existem muitas aldeias?

Sua população indígena é estimada em vinte mil pessoas, distribuídas em 32 aldeias formadas por famílias extensas, e que geralmente estão alocadas em aldeias próximas umas às outras.

Cada aldeia possui um cacique, e a reserva, como um todo, é comandada por um Cacique Geral, que representa o grupo inteiro, principalmente perante os órgãos oficiais e a justiça.

Quero aprender mais curiosidades sobre os índios!

Se você gostou de aprender um pouco mais sobre a cultura da população do Rio Grande do Norte e quer aprender ainda mais sobre esse estado lindo e cheio de historias, aproveite para ler nosso artigo sobre: Ponte de Igapó.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.