+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Coronel Ezequiel

0

Coronel Ezequiel é o município brasileiro do Rio Grande do Norte. Segundo o censo de 2000, sua população era de 5.409 habitantes. A área territorial é de 203 km².

Coronel Ezequiel

Em Coronel Ezequiel, existem 1.334 residentes permanentes, dos quais 346 estão conectados à rede geral de abastecimento de água, 336 são fornecidos por poços ou nascentes e 652 são fornecidos por outras fontes. Apenas 43 famílias estão conectadas à rede de esgoto comum. As principais atividades econômicas são agricultura, mineração e comércio. Em termos de infraestrutura, a cidade possui agência bancária, correios, repetidora de TV, jornal circulante e 18 empresas de CNPJ envolvidas no varejo. No ranking de desenvolvimento, Coronel Ezequiel ocupa o 130º lugar entre 5.561 cidades no estado (130/167 cidades) e 4.651 no Brasil.

O novo nome da cidade é atribuído ao coronel Ezequiel Mergelino de Sousa (1866-1953). Ele nasceu em Araruna, Paraíba. Ele viveu na região de Melão por um longo tempo e participou efetivamente do desenvolvimento da comunidade. Presidiu a Câmara Municipal de Santa Cruz de 1911 a 1913 e de 1920 a 1922. Ele serviu como membro do estado em muitas legislaturas e assembleias constitucionais em 1915. Segundo o censo de 2000, a divisão de moradores é a seguinte: 2737 homens (50,60%) e 2672 mulheres (49,40%), entre os quais, 2212 vivem em áreas urbanas (40,90%). 3197 pessoas vivem em áreas rurais (59,10%). A densidade populacional é de 26,66 habitantes por quilômetro quadrado.

História de Coronel Ezequiel

Em 1808, José Joaquim da Silva (José Joaquim da Silva), proprietário de uma fazenda de gado chamada “Riacho de Melão”, fundou a Merlot ( Melão). Em 1856, a Grande Peste chamada Cólera Morbo começou a destruir a área. Após cinco anos de sofrimento e doença, os moradores de Melão decidiram pedir essa fé e fundaram uma pequena igreja em 1861, na esperança de viver uma vida melhor.Como a vila continua a crescer, a capela foi demolida e construída em outro lugar para oferecer oportunidades de desenvolvimento. Havia armazéns para guardar algodão, várias casas e lojas apareceram e, em 1925, três ruas estavam alinhadas. Em outubro de 1938, a cidade de Melão se tornou uma área de Santa Cruz, renomeando oficialmente seu nome Jericó. Cinco anos depois, em dezembro de 1943, a área foi restaurada com o nome original Melon. Em 11 de dezembro de 1953, de acordo com 1029, o coronel Esquil conseguiu libertação política e foi desmembrado de Santa Cruz. O município foi fundado em 11 de dezembro de 1954, quando o primeiro prefeito foi nomeado pelo governador do Rio Grande do Norte.

Gostou da nossa matéria sobre Coronel Ezequiel?

Compartilhe!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.