+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

Carcinicultura no Rio Grande do Norte

1
Carcinicultura no Rio Grande do Norte
Carcinicultura no Rio Grande do Norte

Temos diversas maneiras de se obtermos a economia no estado, dentre elas há fazendas, mineração, plantação e por aí vai, um dos ramos de economia é a Carcinicultura no Rio Grande do Norte, onde consiste da criação de camarões nos viveiros para serem aproveitados e vendidos ao exterior.

De longe o estado é um dos mais beneficiados pela maré, não só pelo sal ou minérios como também em animais marinhos e de água doce como os camarões, se aproveitando dessa riqueza natural, vamos entender como o estado usa a favor esses bichinhos em um esquema denominado Carcinicultura e como ela funciona.

Como funciona

Carcinicultura no Rio Grande do Norte
Carcinicultura no Rio Grande do Norte

Nessas épocas do nosso país, a aquicultura vem sendo uma atividade econômica bastante expressiva graças aos nossos litorais e, também nos últimos anos a carcinicultura no Rio Grande do Norte que vem conquistando seu espaço e valor diante dos produtores sendo uma atividade socioeconômica que movimenta as regiões de intervenção.

Além de útil, é usando para lutar contra as adversidades e, de certo modo, vem crescendo de acordo com a demanda do mercado e alto valor comercial, gerando uma grande leva de emprego e renda para as regiões como o estado do Rio Grande do Norte, sendo uma das principais regiões que se dedicam à carcinicultura.

Carcinicultura é prática em que se cria camarão, tanto de água doce quanto de água do mar, fora do seu habitat, conseguindo atrair os olhares dos governos estaduais e federal.

Benefícios dessa prática

Por causa do seu valor nutritivo, consumo em larga escala e um sabor excelente, a demanda diante do mercado cresceu e, pela condição climática favorável e precocidade no desenvolvimento em viveiros que permitem a criação em alta densidade, o produtor brasileiro viu na carcinicultura um investimento viável e com rentabilidade a curto prazo.

Eles também constituem-se iguarias finas tendo consumo em larga escala, principalmente entre as nações mais desenvolvidas.

Juntando ao seu excelente sabor, ele também apresenta grande resistência na criação em cativeiro, permitindo a criação em altas densidades.

Um dos melhores benefícios, é que os camarões trata-se de um produto que tem um mercado crescente, uma vez que a cada dia aumenta no mundo a preferência dos consumidores por esse alimento.

Ela também apresenta ótimas características que ajudam com sua produção e facilitam seu desenvolvimento, ela gera mais empregos nas comunidades onde estão localizados os criatórios diminuindo o desemprego e também é uma criação do setor primário que não dependente da chuva para dar certo já que pode ser feita com a água do mar, águas salobras, como na costa nordestina ou em água doce.

Pontos de vista do povo

Carcinicultura no Rio Grande do Norte
Carcinicultura no Rio Grande do Norte

Por ser uma produção constante com fácil evolução, a carcinicultura no Rio Grande do Norte apresentou um crescimento acelerado nos últimos anos e sempre com aspectos positivos, tanto no setor econômico, quanto no social e ambiental.

em alguns países onde a carcinicultura vem sendo usado com frequência eles revelam os seguintes aspectos positivos:

  • econômico, já que além de proporcionar a economia, ela também proporciona empregos tanto nos pequenos, médios ou grandes produtores.
  • social, algumas pessoas não especializadas que apresentam alto nível de marginalização entram no trabalho mão-de-obra e acabam melhorando sua condição através da convivência.
  • Se uma pessoa for um criador, acaba facilitando o controle amplo e desenvolver melhor o manejo e cuidados com esses crustáceos.

Além de gerar empregos para mão de obra não especializada, a prática atua de forma positiva em questões ecológicas e de preservação do ambiente, sendo que a produção de camarão necessita de água de boa qualidade.

Os primeiros testes de camarão sendo cultivado no Brasil aproximadamente na década de 1970 ocorreram com o Governo do Rio Grande do Norte que criou o Projeto Camarão para estudar a viabilidade do cultivo desse crustáceo em substituição à extração do sal.

Então podemos ver como há criação desses bichinhos beneficiam o estado do Rio Grande do Sul e, proporcionam melhores qualidades de vida, não ajudando apenas aos produtores, como também os consumidores.

Quero aprender mais sobre a Carcinicultura no Rio Grande do Norte!

Agora que você sabe o impacto da Carcinicultura no Rio Grande do Norte, não perca a chance de conhecer um pouco mais sobre outras belezas que o estado tem a oferecer: Rio Potengi.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.