+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

As missões e a ocupação do sertão do RN

2

Conheça as missões e a ocupação do sertão do RN Uma grande curiosidade é que por formação geológica quem vem do mar passar por 2 subdivisões até chegar no sertão ( zona da mata e agreste) mas o agreste só veio começar a ser ocupado depois que o sertão já havia sido invadido por holandeses.

Apesar de sua raridade, há mapas que representam o Brasil e a América do Sul desde o século XVI, disponíveis nos mais diversos arquivos, muitos deles acessíveis via internet.

Selecionamos uns poucos que podem fornecer alguma informação relevante, corroborada ou não por outras fontes, especialmente manuscritas, sobre a formação territorial do atual Estado do RN. Para períodos mais recuados, não há mapas específicos do Rio Grande do Norte.

O que foi a ocupação do Vale Amazônico?

As missões e a ocupação do sertão do RN
As missões e a ocupação do sertão do RN

Sempre de sentinela nas lonjuras do Vale estavam os fortes, instalados ao longo do século que foram decisivos durante as missões e a ocupação do sertão do RN, eram unidades pequenas, com poucos homens e escassas peças de artilharia. Isto, entretanto, não era empecilho para que enfrentassem os ataques freqüentes de estrangeiros ou de nativos.

Eles ergueram o forte de São José do Rio Negro, evitando que espanhóis descessem pelo Rio Amazonas. Os fortes do Paru e Macapá, fundados em 1685, visavam impedir a passagem dos franceses da Guiana.

A disputa acirrada entre as ordens exigiu a intervenção governamental.
Na tentativa de resolver esta contenda, que envolvia também a ocupação do Vale Amazônico, inúmeras Cartas Régias fixaram as áreas de atuação das ordens.

Como era a divisão no espaço colonia dentro do sertão?

De início as missões e a ocupação do sertão do RN, o espaço colonial era assim organizado, as várzeas, com férteis solos de massapé eram utilizadas para a plantação açucareira enquanto que os ótimos campos de solos arenosos, e de menor fertilidade, eram utilizados para a pecuária e para a agricultura de subsistência.

  • Várzeas
  • Interfl úvios
  • Campos de plantações
  • Espaço para casa brando e senzalas

Logo se percebeu a incompatibilidade de desenvolver no mesmo espaço essa duas atividades. A cana-de-açúcar que era o centro das atenções econômicas e a pecuária que, apesar de toda importância que teve para a ocupação do interior, sempre foi uma atividade secundária e subsidiária da cana-de-açúcar.

Quando começaram a difundir a agricultura dentro do sertão?
No período em que começa a haver essa separação entre a atividade da plantação e o criatório, os dois mais importantes centros açucareiros do Brasil eram Olinda e Salvador, núcleos de onde partiram as principais correntes de povoamento dos sertões.

Embora seja certo que as primeiras entradas para o interior nordestino durante as missões e a ocupação do sertão do RN tenham se dado pela busca de minas de metais preciosos, que ocorreram em insucesso. Foi o gado o elemento povoador dessa imensa hinterlândia.

O que foi a casa da torre?

A casa da torre construída na baía de Tatuapera na Bahia, local de onde partiram as entradas para ocupar a hinterlândia baiana. O dono da casa da torre foi primeiro colonizador a dar grande importância a criação de gado.

Suas terras foram adquiridas ainda no governo de Tomé de Sousa, mas ele e seus descendentes trataram de ampliar suas posses através da aquisição de mais sesmarias.

Quero conhecer mais sobre as missões e a ocupação do sertão do RN!

O Rio Grande do Norte é um dos estados com a historia mais cheia de reviravoltas, em cada parte da Historia do Brasil podemos ver como o RN participa de momentos decisivos e aprender sobre isso é realmente fascinante.

Se você gostou de aprender um pouco sobre as missões e a ocupação do sertão do RN não perca a chance de aprender cada vez mais com nossos artigos sobre historia, cultura e turismo, aproveite para ler nosso artigo sobre: A invasão Holandesa no Rio Grande do Norte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.