+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

A seca no Rio Grande do Norte

0
A seca no Rio Grande do Norte
A seca no Rio Grande do Norte

A seca no Rio Grande do Norte e no nordeste como um todo, muitas vezes, é citadas em livros e filmes. Mas, poucas pessoas possuem informações de verdade sobre o que está passando.

O Rio Grande do Norte é uma das cidades que quase uma década está apresentando fortes índices de seca. Quase todas as cidades do estado estão em situação de emergência.

Durante o período em que persistir a situação de emergência, o governo estadual poderá contratar, mediante dispensa de licitação, obras e serviços que se mostrem aptos a minimizar as consequências provocadas pela escassez de chuvas.

A situação de emergência pela seca facilita o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços que minimizem os impactos causados pela escassez de chuvas. Os relatórios da Caern, que também embasam a decisão, mostram que dois municípios potiguares estão em colapso no abastecimento de água, Paraná e São Miguel.

Qual a tendência dessa seca?

Ainda falando sobre o mesmo problema de falta de água, temos que deixar claro as principais fontes hídricas para o combate à seca também apresenta problemas. Dos 47 reservatórios monitorados no primeiro semestre de 2017, 11 estão secos e 18 estão em volume morto.

Inclusive a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, a maior do estado, que ajuda abastecer as principais cidades da Região Oeste. A cidade antiga de São Rafael, que ficou submersa para construir esta mesma barragem, já voltou a aparecer.

Quais as cidades apresentam rodízio de água?

A seca no Rio Grande do Norte
A seca no Rio Grande do Norte

Cidades relativamente grandes, como Caicó, já apresenta rodízio da distribuição de água por conta dos açudes e barragens estarem secos. Atualmente, 76 cidades estão com algum tipo de rodízio de abastecimento e 18, em colapso hídrico, quando a Companhia que fornece água admite que não tem condições de manter o abastecimento e as cidades passar a ser fornecimento por caminhões-pipa.

Estão em colapso: Almino Afonso, Antônio Martins, Francisco Dantas, João Dias, José da Penha, Luís Gomes, Marcelino Vieira, Paraná, Pilões, Rafael Fernandes, São Miguel, Serrinha dos Pintos, Tenente Ananias, Venha-Ver, Bodó, Cruzeta, Lagoa Nova e Tenente Laurentino Cruz.

A pior cidade que apresenta colapso no abastecimento é Luís Gomes, que faz fronteira com o Ceará. A barragem Dona Lindu está há mais de cinco anos sem receber água da chuva.

Quais os prejuízos causados pela seca?

Quanto aos prejuízos causados pela seca, o decreto cita que a Caern acumulou, somente nos primeiros seis meses do ano, perdas financeiras de R$ 2.961.080,23 em razão da paralisação do abastecimento de água em municípios atingidos pela seca.

A seca no Rio Grande do Norte
A seca no Rio Grande do Norte

A seca também causa uma grande dor de cabeça para os pequenos produtores de alimento do estado do Rio Grande do Norte, os principais municípios em situação de emergência por causa da seca estarão abaixo.

  • Acari
  • Assu
  • Afonso Bezerra
  • Água Nova
  • Alexandria
  • Almino Afonso
  • Alto dos Rodrigues
  • Angicos

Para definir os municípios atingidos pelo decreto, o Comitê Estadual para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca se baseia em análises técnicas dos diversos órgãos que integram o comitê, incluindo relatórios de índice pluviométrico, de reserva hídrica no Estado, fornecimento de água potável para a população e perdas na agricultura e pecuária, além dos dados do Monitor das Secas, da Agência Nacional de Águas.

Quero aprender mais sobre a seca no Rio Grande do Norte!

Você pode aprender mais sobre os efeitos da seca ao visitar o estado do Rio Grande do Norte que mesmo sofrendo com o clima continua sendo um verdadeiro paraíso aberto ao turismo.

Caso queira saber mais sobre o estado antes de viajar você pode ler sobre cultura, turismo, economia e natureza em nossos artigos, para começar que tal dar uma olhada no nosso artigo sobre: Praia de Camurupim.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.