+Natal RN - O Guia Comercial do Rio Grande do Norte
Vamos conhecer um pouco da nossa cidade?

A poluição dos rios do RN

1
A poluição dos rios do RN
A poluição dos rios do RN

A poluição dos rios do RN é um programa grave, Os rios Potengi e Pitimbu são os grande rios dentro do estado do Rio Grande do Norte, hoje em dia eles sofrem muito com poluição, o grande aumento descontrolado da população sem controle de saneamento básico acaba gerando uma poluição exagerada das nascentes e do rio em si.

A poluição dos rios do Rio Grande do Norte segue sem freio e sem fiscalização, muitas famílias que vivem à beira dos rios vivem dele, da pesca, e de tudo que o rio pode oferecer por isso varias associações de moradores se reúnem para fazer grandes mutirões para fazer uma limpeza nas margens desses rios.

O Rio Pitimbu, que corta três municípios da Grande Natal e abastece 30% da capital potiguar carece de fiscalização, o que compromete a qualidade da água ofertada na zona Sul da cidade.

Quais os esforços para conter a poluição nos rios do rio grande do norte?
Por quase uma década foi feito um plano de recuperação da sub-bacia hidrográfica do leito do Rio Pitimbu. No entanto, após diversas audiências públicas nada saiu do papel. Na Lagoa de Extremoz, também na Grande Natal, a situação também é difícil.

O que é o programa “Água Azul”?

A poluição dos rios do RN
A poluição dos rios do RN

Os rios Pirangi e Pium, em Nísia Floresta e Parnamirim respectivamente, completam cinco semanas com alto nível de poluição atestada pelo programa Água Azul. A análise da balneabilidade é divulgada a cada início de mês por meio de jornais local. E mostrou que pela quinta vez consecutiva os dois pontos estão impróprios para banho.

No caso da foz do Rio Pirangi, em Parnamirim, o período é ainda mais longo. No rio Pium, o problema está no trecho do balneário.

A classificação é feita com base na quantidade de coliformes fecais encontrados nas águas dos pontos de banho monitorados obedecendo a uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente.

quais são os riscos da poluição desses rios?

Hoje, por causa dos danos aos biomas aquáticos, quem vive no Estado está sujeito a doenças como infecções, por causa de rios com águas contaminadas como o Jaguaribe, ou problemas de pele durante um banho numa praia imprópria da Capital. Em açudes, se não houver o devido cuidado com poluentes como esgotos e fertilizantes, a oferta de nutrientes aumenta a proliferação de algas, que contaminam a água com toxinas que podem causar enjoos e até insuficiência hepática em quem a consome.

A poluição dos rios do RN
A poluição dos rios do RN

A poluição dos rios do Rio Grande do Norte fez que fosse comum achar tartarugas mortas na praia, somente este ano já foram cerca de 40, segundo a ONG Guajiru, quanto ouvir pescadores reclamando do desaparecimento de peixes e no quanto isso influencia no sustento de famílias inteiras.

Aliás, especialistas apontam que o caranguejo-uçá pode desaparecer em algumas décadas, assim como o tubarão-lixa e o peixe neón. No entanto, medidas como a criação de comitês de Bacias Hidrográficas, a ampliação da oferta da rede de esgotamento sanitário e alternativas como o turismo ecológico em rios podem ser os caminhos para solucionar o problema da poluição nos biomas aquáticos na Paraíba.

Quais os rios mais poluídos do Rio Grande do Norte?

Os rios que serão mostrados abaixo tem um maior índice de poluição dentre todos os outros que estão poluídos dentro do Rio Grande do Norte. A poluição dos rios no RN é algo sério que deve ter uma maior atenção dos órgãos públicos.

  • Piranhas-Açu
  • Potengi
  • Pitimbu
  • Rio Apodi Mossoró
  • Rio Ceará Mirin
  • Rio Trairí

Esses rios oferecem mais riscos para as pessoas que tomam banho ou vivem da pesca ou caça de animais que dependem deles, além de oferecer um risco enorme as pessoas que consomem sua água ainda por cima vão causar a extinção que muitos animais que vivem nessas águas.

Quero conhecer mais sobre a poluição dos rios do RN!

Mesmo com seus aspectos negativos, o RN continua lindo, quer conhecer mais sobre ele? leia nosso artigo sobre: A pecuária e a ocupação do interior do Rio Grande do norte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.